28 de maio de 2017

Santorini 2017 - O resumo! :D

Iogurte grego com mel e nozes.
O pôr-do-sol. 
O Matias a devorar azeitonas e queijo feta. 
Telhados azuis. 
A cor do mar.
O nosso jacuzzi com vista.
Ouvir (e cantar!) músicas gregas.
Beber gin tónico. Com azeitonas. No jacuzzi.
Ir à praia pela primeira vez com o Matias (um fiasco, mas um fiasco divertido!).  
Comer salada grega e beber Chardonnay.
Provar ouzo (e gostar!). 
Acordar todos os dias às seis da manhã com o Mati aos saltos na cama dele. 
Construir memórias. Concretizar sonhos. Guardar gargalhadas. 
Viver.












As fotos de Santorini vêm aí! :D

27 de maio de 2017

Florença 2017 #7

E chegou ao fim a foto-reportagem da viagem a Florença :D YEY :D

Mais fotos da Galeria dos Ofícios :D

Florença 2017 #6

Vamos lá continuar com isto para poder mostrar as fotos de Santorini? :D

Mais uma fotozinha ao Duomo :)

25 de maio de 2017

E o Pedro não vai?

Um dos meus textos preferidos aqui do blog é este. Fala sobre o facto das pessoas não mudarem, e de ser preciso aceitar (e até apreciar) essa inevitabilidade para termos uma relação feliz. E acho sinceramente que essa capacidade de aceitar o outro com todas as suas características boas e menos boas (ou más, até) é uma das razões pelas quais eu e o Pedro estamos aqui, quase dez anos depois, cada vez mais felizes e apaixonados.

O Pedro é um peixe morto. Eu sou uma histérica. Na grande maioria das vezes, o Pedro quer ficar a pastelar em casa. Eu quero perder-me no mundo.

Durante uns tempos tentámos mudar isto. O Pedro viajou comigo para destinos que não lhe interessavam, eu desisti de alguns projectos porque sabia que o Pedro não tinha curiosidade em conhecer determinados sítios. Até que percebemos que não estava a resultar. E abraçámos a inevitabilidade das coisas.

Todas as emoções.

Ontem tivemos um voo particularmente atribulado de Santorini para Roma. Em Roma esperavam-nos três horas de escala. Chegávamos a Lisboa às onze da noite, depois de quase dez horas de viagem.

Tinha acabado de mudar a fralda ao Matias quando ele começou a ficar rabugento. Estava quente. Medi-lhe a febre: 38.5º. Fui à casa-de-banho novamente pôr-lhe o supositório. O supositório estava derretido. A casa-de-banho estava quentíssima. Eu já não comia nada há horas.

Quando saí, uma senhora loira tocava esta música num piano que havia numa das portas de embarque. E eu fiquei ali, com o meu filho nos braços. E chorei.

Chorei de felicidade. Chorei de cansaço. Chorei de alegria. Chorei de frustração. Chorei com todas as emoções que tinha cá dentro para chorar.

Hoje não descansei enquanto não descobri que música era. E já a ouvi umas dez mil vezes entretanto.


15 de maio de 2017

A minha primeira maratona.

Acho que todos conhecemos alguém que num determinado momento da sua vida decidiu tomar uma decisão inesperada e fazer um qualquer acto grandioso. Tenho amigos que emigraram de um dia para o outro para países distantes, que mudaram radicalmente de área de trabalho, que entregaram a alma a projectos altamente diferentes dos que faziam antes... Ou que decidiram de repente correr a maratona.

Para mim, correr a maratona sempre foi um desses projectos inatingíveis. Como muitos outros que às vezes me ocorrem, aliás. Ter uma banda. Ir viver para a Reunião. Ter o meu próprio negócio. Ter cinco filhos...

E planear na íntegra uma festa de aniversário pomposa como as do Pinterest.

A festa foi ontem e neste momento estou deitada no sofá. Dói-me a cabeça. Dói-me o pescoço. Estou com uma conjuntivite. Doem-me as costas. Doem-me os glúteos. Estou extremamente e assustadoramente cansada, tal como se tivesse corrido a minha primeira maratona.

Mas também estou igualmente orgulhosa. A festa ficou gira e foi um sucesso. Toda a gente se divertiu. O nosso Mati bãozão portou-se lindamente e esteve sempre super bem-disposto. A comida estava boa. O gin tónico estava delicioso (claro que havia gin tónico!). Correu tudo bem.

E agora aquele formigueiro da alma regressa. Qual vai ser o projecto inatingível agora? :D

(Eu sei qual é que gostava que fosse... *suspiro*)

O bolo, feito e fotografado pela Rosa do Be Nice, Make a Cake :D

As fotos restantes vão demorar um bocadinho a chegar! Mas depois eu mostro :D

12 de maio de 2017

1 ano de Matias.

Começaste a nascer no dia 9 de Outubro de 2007, quando a mamã e o papá se conheceram.
Começaste a nascer no dia 20 de Dezembro de 2007, quando a mamã e o papá fizeram uma viagem ao Porto e se apaixonaram.
Começaste a nascer no dia 2 de Janeiro de 2008, quando o papá pediu a mamã em namoro.
Começaste a nascer no dia 11 de Julho de 2013, quando a mamã pediu o papá em casamento.
Começaste a nascer no dia 2 de Setembro de 2014, quando a mamã e o papá casaram.
Começaste a nascer no dia 27 de Fevereiro de 2015, quando a mamã se sentiu pronta para ter um filho.
Começaste a nascer no dia 17 de Julho de 2015, quando o papá se sentiu pronto para ter um filho.
Começaste a nascer no dia 4 de Setembro de 2015, quando a mamã e o papá descobriram que existias.
Começaste a nascer no dia 21 de Outubro de 2015, quando a mamã e o papá descobriram que eras um rapaz.

Começaste a nascer às 23.30h do dia 12 de Maio de 2016, quando a mamã entrou em trabalho de parto.

Esperaste pelas 13.49h do dia 14 para nascer, não fosse este o dia de São Matias. E mudaste as nossas vidas para sempre.

Há precisamente um ano que começaste oficialmente a nascer, e talvez por isso o dia 12 de Maio será sempre muito especial para nós. Tal como o 13 e o 14. E tal como todos os outros dias, porque tu existes neles.

O último ano foi marcado por algumas inseguranças, mas também por um sem número de certezas. A certeza que te amamos. A certeza que sempre te amaremos. A certeza que nunca fomos tão felizes. A certeza que fomos abençoados. A certeza que sempre teve de ser assim, desde aquele dia 9 de Outubro de 2007.

video

10 de maio de 2017

Florença 2017 #5

Como prometido, aqui vão mais fotos da Basilica di Santa Croce :)

Eu gosto de tectos, fazer o quê? :)

7 de maio de 2017

Florença 2017 #4

A minha vida anda uma animação. Vamos por pontos:

* Trabalho como uma louca. Ainda não estou no serviço a tempo inteiro, por isso preciso de fazer exactamente as mesmas coisas que fazia mas em substancialmente menos tempo. Raramente almoço porque aproveito a hora de almoço para marcar mais miúdos. Por outro lado, estou deprimidíssima com a perspectiva de voltar a trabalhar a tempo inteiro.

* Ando histérica com a festa do Matias. Sabem aquelas noivas que se tornam numas bridezillas? Aparentemente eu sou uma partyzilla. Já está praticamente tudo feito há séculos, mas é óbvio que continuam a ocorrer-me ideias geniais. Socorro.

* Quase três anos depois, voltei a tomar a pílula. Desde que o Matias nasceu que a TPM me deixava completamente desorganizada, e era isso ou qualquer dia o Pedro pedia o divórcio. Entretanto passei de estar super irritada e gritar com toda a gente durante aquela semana para estar super irritada e gritar com toda a gente a tempo inteiro, por isso é melhor ir começando a tratar da guarda partilhada do miúdo.

* A viagem a Santorini está à porta (YEY!), mas tirando os voos e a villa não tenho mais nada feito. Não há planos nenhuns, e é possível que vá passar cinco dias a pastelar e a comer iogurte grego :D Em Junho vamos viajar e ainda não temos nada feito (nem voos nem hotéis, só sabemos mesmo para onde vamos), para Agosto temos tudo muito pouco adiantado, e curiosamente a viagem que acaba por estar mais alinhavada é mesmo a de Setembro (Bahamas here I come!) :D

* Estou de dieta. E é uma merda. Não sei se já disse, mas ando super irritada e a gritar com toda a gente o tempo inteiro. A dieta não ajuda.

* Não tenho tido vontade nenhuma de escrever. Pronto, já disse. Não é falta de tempo e também não é falta de ideias, é mesmo falta de vontade. Quando o Matias está acordado a prioridade é ele, e quando o Matias vai dormir as prioridades são outras. Na verdade, ando a tentar descansar e relaxar mais, por isso andamos a investir nos hobbies mais estupidificantes (tipo pintar, ler romances parvinhos, fazer quizzes, ver séries e jogar Plants vs Zombies).

Por isso peço imensa desculpa por as fotos de Florença estarem a sair a conta-gotas e andar meia desaparecida. Espero que gostem destas fotos :)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />